O poço de monitoramento oferece uma avaliação da qualidade da água subterrânea (em função dos parâmetros de interesse), as características de migração de substâncias naturais e/ou antropogênicas na água, superfície pontenciométrica de uma unidade hidrogeológica particular e uma análise das propriedades geológicas e hidráulicas do aquífero e aquitarde.

Nosso processo de coleta e amostragem é automatizado, buscando garantir segurança, confiabilidade e agilidade no serviço prestado. Somos pioneiros no Estado de Mato Grosso em aplicar o método de Purga de Baixa-VAzão (Low-Flow)

No sistema de baixa vazão (Low Flow), a água subterrânea é bombeada diretamente da seção filtrante do poço em baixa vazão, ou seja, de forma lenta, purgando apenas a zona de amostragem, o que minimiza os distúrbios na água do poço e reduz a turbidez da amostra.

O método consiste no bombeamento (purga) em vazão regulada da água subterrânea do poço a ser amostrado. Dessa forma, esta vazão deve ser ligeiramente inferior à capacidade de produção de água do poço, provocando o mínimo de rebaixamento possível e ao mesmo tempo proporcionando a estabilização da profundidade do nível de água. Durante o processo, não deve ocorrer variações na profundidade do nível de água.

Na água extraída é essencial a medição de alguns parâmetros geoquímicos como: pH, condutividade elétrica, potencial de oxi-redução, tubidez e oxigênio dissolvido. A finalidade dessas análises é indicar o momento da coleta da amostra para a análise química. A estabilização dos parâmetros indicará que a água que está sendo bombeada é a representação do aquífero.